Quinta-feira, 13 de Outubro de 2005

Decepção

Provavelmente, a decepção dos Sãotomenses com a política, estará no facto, de, inicialmente se ter acreditado muito nela, sobretudo no período ou fase inicial da independência nacional, transformando-a exageradamente numa espécie exótica amada, que, haveria de nos trazer equilíbrio, fartura e algum consolo libertino. A recente conferência de imprensa do Senhor Presidente da República, Fradique de Menezes, e os comunicados anterior e posterior do MLSTP/PSD, só vieram contribuir para amplificar esta decepção. É óbvio que não se pretende a plena harmonia em política. Seria entediante, cansativa ou mesmo perigosa; mas, ela deve ser entendida como uma actividade civilizadora, capaz de dirimir conflitos sociais ou de outra natureza, de um modo racional e inteligente. Qualquer objectivo político só é realizável em colaboração com outros. Esta colaboração proporciona muitas possibilidades, mas também, pode impor ou colocar limitações. Primeira das quais, será o reconhecimento e respeito de outros poderes, grupos, ou interesses (políticos, institucionais, etc.) com iguais direitos para disputar o jogo. Neste caso concreto do referendo, acho que o Senhor Presidente da República perdeu completamente a compostura adequada para capitalizar o jogo ao seu favor, porque, sempre encarou o objectivo ou propósito em causa, como uma questão de princípio, transformando-o irremediavelmente, desde o início, numa reivindicação absoluta. Ora, isto em política é fatal, porque, aos olhos do povo, o Senhor Presidente da República passou a ser encarado como um autoritário, correndo o risco de não obter nada daquilo que pretendia, por ter insistente e obstinadamente optado por uma estratégia pouco ou nada inteligente.















“… Todos os fanáticos crêem que os seus opositores estão fora do alcance da persuasão política…”


Daniel Innerarity



publicado por adelino às 23:20
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 15 de Outubro de 2005 às 19:00
loooOool. Politicices.. ehehehehe, mesmo assim achei o artigo mto interessante.
Abraços e obrigado pelo elogioEca
(http://blogalize.blogs.sapo.pt)
(mailto:ecawireless@sapo.pt)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A Morte de Chico Paleio

. Bons e Maus Chefes de Coz...

. A Ilusão do Poder de Sãm ...

. O Festim Carnicento dos “...

. O Presunto dos Bufados

. Branco mas Pouco Transpar...

. O Curandeiro, o Médico e ...

. Um Príncipe Quase-Perfeit...

. Mexer no Sistema para Mud...

. Os Aprendizes de Feiticei...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Fevereiro 2010

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Janeiro 2008

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds