Quinta-feira, 2 de Março de 2006

Carta

Um dia destes, ainda escrevo uma carta! Haverá melhor maneira de se expressar num contexto de mutilação de expectativas e sonhos? Tenho necessidade de falar com os meus concidadãos, com a minha Terra e com os meus Santos. Quem pode abdicar deste pequeno sonho, se, todos os dias, uma fracção do meu grande sonho é roubada e posteriormente vendida? Preciso segredar com os Santos porque já não o posso fazer individualmente, com outros Homens, que, inventaram outras coisas e outros sonhos. Sinto-me pequeno e insignificante para compreender e lidar racionalmente, com as outras coisas e outros sonhos que os outros Homens inventaram…

publicado por adelino às 21:23
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A Morte de Chico Paleio

. Bons e Maus Chefes de Coz...

. A Ilusão do Poder de Sãm ...

. O Festim Carnicento dos “...

. O Presunto dos Bufados

. Branco mas Pouco Transpar...

. O Curandeiro, o Médico e ...

. Um Príncipe Quase-Perfeit...

. Mexer no Sistema para Mud...

. Os Aprendizes de Feiticei...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Fevereiro 2010

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Janeiro 2008

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds