Quarta-feira, 8 de Junho de 2005

A ilusão

Despede-se o velho, vem o novo, e a festa continua como se nada tivesse acontecido no passado. O som dos apitos não confunde. São os mesmos: repetitivos, teimosos e angustiantes. Um pagem vestido de branco parece carregar nas mãos algum segredo especial…
Temos um novo Governo que já nasceu cansado, no qual, as pessoas olham de soslaio porque, já estão também cansadas de lateralização de responsabilidades. As pessoas ficam dramaticamente cansadas só de olhar para o governo. A tendência sufocante para a reprodução de linguagem e processos, proporciona condições para o parto de ilusões. A vida continua! Todos os processos cristalizados e formas de poder, sobrepõem-se ao conteúdo do mesmo. A ilusão cresceu e desenvolveu tanto no quintal, que espontaneamente, descobrimos que a receita ideal para os nossos males é o Presidencialismo. Obsessivamente Presidencialismo.


publicado por adelino às 23:16
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A Morte de Chico Paleio

. Bons e Maus Chefes de Coz...

. A Ilusão do Poder de Sãm ...

. O Festim Carnicento dos “...

. O Presunto dos Bufados

. Branco mas Pouco Transpar...

. O Curandeiro, o Médico e ...

. Um Príncipe Quase-Perfeit...

. Mexer no Sistema para Mud...

. Os Aprendizes de Feiticei...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Fevereiro 2010

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Janeiro 2008

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds