Segunda-feira, 11 de Julho de 2005

Mesa Redonda

«...Desde 2002 que São Tomé e Príncipe elaborou a estratégia para redução da pobreza. O documento que apresenta pistas para combater a pobreza absoluta que afecta 53,8% da população vai dar corpo a um projecto de desenvolvimento que as autoridades do país vão apresentar aos doadores internacionais em Outubro próximo.
Segundo Adelino Castelo David, ex- ministro do plano e finanças, agora coordenador dos trabalhos preparativos, a implementação da estratégia nacional para redução da pobreza, exige financiamentos avultados, que o país não pode suportar. Dá a importância da mesa redonda com os doadores internacionais. « A sua implementação carece de financiamentos avultados que São Tomé e Príncipe, sozinho não tem capacidade financeira para poder sustentar os programas e projectos que são apresentados no documento», explicou Adelino Castelo David....»


Excerto da notícia extraída do jornal "Téla Nóm"



É óbvio que os resultados das negociações com os doadores internacionais, seriam positivos, se a montante, fosse realizado algum "trabalho de casa" atempadamente, que, denunciasse mudança de rumo, incompatível com o status quo vigente. Não se vislumbra indícios de mudanças nenhumas, na complexa teia de interesses instalada relacionada com o dossiê petróleo; pelo contrário, assiste-se ao incremento de outras formas mais musculadas e labirintícas de sobreposição de interesses individuais em detrimento do interesse colectivo, que, acaba por minar a essência e função do Estado, maximizando o fenómeno de corrupção no país. Não estando a casa arrumada nem preparada, e, havendo sinais, que contribuem para cristalizar e generalizar a ideia (interna e externamente) de que o esforço financeiro dos parceiros internacionais é desbaratado, sem resultados palpáveis no combate à pobreza extrema, fruto da nossa desorganização interna e da corrupção endémica instalada no país, parece-me razoável pensar que, o resultado desta eventual mesa redonda será um fracasso. Organizem-se primeiro!! Há muito "trabaho de casa" que já devia ser feito e os sucessivos programas de governo não podem constituir uma manta de retalho sem coerência estratégica, organizativa, avaliativa e temporal.


publicado por adelino às 01:14
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A Morte de Chico Paleio

. Bons e Maus Chefes de Coz...

. A Ilusão do Poder de Sãm ...

. O Festim Carnicento dos “...

. O Presunto dos Bufados

. Branco mas Pouco Transpar...

. O Curandeiro, o Médico e ...

. Um Príncipe Quase-Perfeit...

. Mexer no Sistema para Mud...

. Os Aprendizes de Feiticei...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Fevereiro 2010

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Janeiro 2008

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds